Tag Archives: Rock

Dica Relâmpago: More Than a Feeling _ Boston

25 mar


Uma das bandas que mais gosto de ouvir (foi predominante no meu humilde mp3 em 2007 ^^), Boston mostra como as bandas das antigas_ quando digo antigas, quero dizer: de qualidade_ se apresentavam: harmonia sonora, disposição e presença de palco, além de repertórios lendários e com emoção elevada.

 

Vai uma dessas emoções em música:

 

More Than a Feeling – Boston

 

Good Vibes!! *-*

Muito Rockabilly!

2 fev

E aí pessoal, tudo certo? Hoje vim falar um pouco sobre esse estilo ainda pouco conhecido por aí, o Rockabilly.

Continue lendo

Folk por inteiro!

21 dez

E aí pessoal, tudo certo? Estou de volta pra mostrar uma banda pra vocês que conheci hoje. Mas que já ganhou meu respeito!

Pra quem não me conhece, gosto de muito de folk e coisas relacionadas à isso. Pois então, a banda de hoje tem esse estilo bem marcante em suas músicas. Eu to falando da banda Los Colorados. Formada em 2006, na Ucrânia.

Mas eles ficaram famosos mesmo quando tocaram uma versão de Hot n’ Cold da Katy Perry. Aqui segue o vídeo.

Gostei muito dessa versão. Tem mais do trabalho deles lá no MySpace.

Enjoy.

Ps.: Vi eles lá no Blog do Brian.

Trilha Sonora: The Runaways (2010)

5 set

 

 

 

The Runaways conta a história da banda feminina estadunidense, que tocava o verdadeiro rock setentista, na visão da líder Cherie Currie. Todos os pontos altos e os baixos, como o fim devastador da banda, durante seus quatro anos de existência é contado no filme. Além do enredo muito bem elaborado (baseado no livro Neon Angel: A Memoir Of The Runaways escrito por Cherie Currie, segunda vocalista da banda, além de Joan Jett), conta com as lindas Kristen Stewart como Joan Jett (certamente, muito mais linda que Dakota) e Dakota Fanning como Cherie Currie, ambas, estrelas da série de filmes Crepúsculo.

As duas, que nesse filme, interpretam “personagens” com alguma entonação artística, deixando de lado o aspecto infantoadolescente de outrora, pra arrancar exclamações surpresas e sensações adversas, de tensão, pudor, e mesmo de horror ,pelas cenas de exposição e sensualismo, como no trecho do beijo entre as duas protagonistas.

Apesar da banda ser formada por quatro garotas (pelas já citadas e pela guitarrista Lita Ford e a baixista Jackie Fox) a cinebiografia aborda de forma mais contundente a história das vocalistas. O filme escrito e dirigido por Floria Sigismondi, responde bastante às expectativas da maior parte dos fãs de Runaways, por se tratar duma história real de rockstars para um filme de rockstars, ou seja, o que mais os fãs poderiam pedir?

O filme traz além das músicas da própria banda, como os clássicos Cherry Bomb, Queens of Noise e California Paradise, canções que envolviam a vida das duas e as descrevem, a lá David Bowie com Rebel Rebel, ou mesmo Pretty Vacant do Sex Pistols. Trilha clássica para uma história lendária, das garotas que ganharam o mundo pra dizer que elas também podiam!

Abaixo temos a interpretação de Cherry Bomb. Assistam que vale a pena!!!

Good Vibes! *-*

Introdução ao Rock Progressivo – Parte I

28 jul

Por Alessandro Martins (@sukitaaa)

A série “Introdução Ao Rock Progressivo”, tem o intuito de fazer os leitores do Som Que Provoca,  se interessarem mais pelo estilo. Em cada parte, postarei um álbum indispensável do gênero.

Apenas um aviso antes de iniciar : Nem perca o seu tempo baixando apenas 2, 3 musicas do álbum, já que a grande graça do progressivo, é o conteudo completo da obra.

O Rock Progressivo

Rock Progressivo. Uma descoberta musical que mudou completamente meus gostos, e minha maneira de analisar canções.

Suas principais marcas? A grande influência da música classica e do Jazz,  além de letras e melodias complexas, quebras de tempo e musicos virtuosos.
A primeira banda que me introduziu a este maravilhoso gênero musical, foi o Pink Floyd. Mesmo havendo controversias de que a banda seria mais puxada para a Psicodelia (o que de fato era, nos tempos de Syd Barrett) ela continua sendo o meu portal de entrada para o prog-rock.

Por onde vamos começar?

Como dito no primeiro parágrafo, colocarei um álbum indispensável por postagem, e darei início com um álbum da banda Genesis. Mas primeiro, vamos falar um pouco sobre a banda :

O Genesis é uma banda britânica formada em 1967 por Peter Gabriel (Vocalista), Tony Banks (Teclados) e Mark Rutherford (Baixo), Anthony Phillips (Guitarra) e John Silver na bateria. Em 1970, os dois últimos, foram substituídos por Steve Hackett e Phil Collins, respectivamente, completando a formação clássica da banda.

A banda Genesis

Peter Gabriel adotava um estilo teatral muito diferente para a época. O que mais chamava a atenção, eram as diversas fantasias vestidas por Gabriel, de acordo com a musica que a banda tocaria. Esses diferenciais
atrairam os holofotes de todo o mundo, para o Genesis, que se tornou uma das bandas de maior sucesso na história do Rock Progressivo.

O Album da Vez :

Selling England By The Pound (1973)



  1. “Dancing with the Moonlight Knight” – 8:02
  2. “I Know What I Like (In Your Wardrobe)” – 4:07
  3. “Firth of Fifth” – 9:35
  4. “More Fool Me” – 3:10
  5. “The Battle of Epping Forest” – 11:49
  6. “After the Ordeal” – 4:13
  7. “The Cinema Show” – 11:06
  8. “Aisle of Plenty” – 1:32

Não tenho nem palavras pra descrever esta obra prima. As melodias são incrivelmente bonitas e criativas. Mostra o poder das composições do Genesis, apesar de que para mim, o grande diferencial deste álbum em particular, são as teclas de Tony Banks.

Os principais hits são “The Cinema Show” e “Fifth of Fifth”, mas lembre-se da recomendação que dei no primeiro parágrafo : BAIXE O CD INTEIRO PORRA! Hehehehehe
Mesmo assim, deixarei um link do youtube para nossos queridos leitores conhecerem o que vão ouvir :


Bom, ja escrevi demais. E para finalizar esse post, digo: Para todo grande fã de boa  música, conhecer o Progressivo é indispensavel. As genialidades e maravilhas desse estilo não podem ser encontrados em nenhum outro.
Um grande abraço a todos.