Tag Archives: guns n roses

Trilha Sonora: O Exterminador do Futuro 2 – O Julgamento Final (1991)

24 abr

Buenos dias muchachos!! Como estão? Preparados pra mais um Trilha Sonora? Eu estou, ainda mais pelo filme ter sido lançado no mesmo ano que o papai aqui nasceu!! *-*

Nosso filme de hoje é uma mega power produção, continuação do filme de 1984 de James Cameron (receberá mais destaque no final do post). Foi na época, uma das produções mais caras (primeira a custar mais de 100 milhões de doletas), mais ambiciosa (efeitos especiais jamais vistos) e mais bem-sucedida (arrecadou mais de 520 milhões das mesmas doletas). Sendo por muitos, uma das mais bem-feitas sequências de Hollywood: a revolução que propôs em seus efeitos especiais foi possível devido o pesado patrocínio da Pepsi, marketando em muitas cenas do filme.

SINOPSE: Após falhar na tentativa de matar Sarah, a Skynet manda um androide (T-1000) para matar John Connor (filho de Sarah, e quem no futuro comandará uma guerra contra os robôs); em contraposição, a resistência envia um modelo mais antigo e reprogramado (T-101, Arnold Schwarzenegger, que era o androide ruim no primeiro filme). A característica mais mortal do modelo T-1000 é o fato dele ser feito de metal liquido, podendo mudar de forma, além de ser bem mais dificil de destruí-lo.

Após resgatarem Sarah do manicômio em que passara algum tempo (desde que tivera o primeiro contato com os androides no primeiro filme), os 3 vão até um traficante de armas mexicano amigo de Sarah e se armam. Sarah rouba o carro e vai embora sozinha para a casa de Miles Dyson, futuro criador da Skynet. Embora tente, ela não consegue matá-lo. John e 101 chegam e revelam tudo a Dyson, e para provar que estão falando a verdade, T-101 arranca a pele de seu braço mostrando seu braço mecânico. Dyson então explica que a tecnologia que está sendo usada para criar a Skynet vem daquele tipo de braço (do robô que tentou matar Sarah no filme anterior).

Os 4 vão até o laboratorio e abrem o cofre pegando o braço e o chip, além de armarem explosivos por todo o laboratório. T-1000 aparece e vai atrás dos 3, que fogem para uma refinaria de aço. T-1000 se transforma em Sarah e vai atrás de John, mas a Sarah verdadeira aparece e o fuzila, fazendo com que ele vá cada vez mais para trás para um poço de metal derretido, e quando falta apenas um tiro para derrubá-lo, a munição acaba, contudo, nesse exato momento, T-101 dispara o último tiro que tinha, fazendo T-1000 cair no poço, derretendo. John joga o braço no poço e T-101 desce para dentro do poço também, a fim de destruir qualquer tipo de tecnologia que possa ser utilizada para a criação da Skynet. Aparentemente o futuro estava salvo.

James Cameron:

-Primeiro cineasta a produzir e dirigir um filme com investimento superior a 100 milhões de dólares

-Produziu Titanic (orçamento de 200 milhões e 11 Oscars); Alien: O Resgate (2 Oscars), Avatar ( a maior bilheteria de todos os tempos, faturou mais de 2 bi de dólares); Rambo

-O cara é bom ^^

A trilha do filme fica por conta dos “sujos” do Guns ‘N Roses, com “You Could Be Mine” que torna o filme ainda mais Heavy e eterno. Mesmo com todas esses estereótipos de filminho comercial, O Exterminador do Futuro 2 conseguiu arrancar da academia 4 estatuetas do Oscar. Não é pra qualquer um né!!! ^^

Fiquem com a versão de Guns ‘N Roses, com “You Could Be Mine”

Good Vibes!!!*-*

Trilha sonora: O Mágico de Oz (1939) Parte I

8 ago

      

 

  

 

Com certeza o filme (musical) mais atraente ao qual assisti, O Mágico de Oz, além de qualidades pautáveis como harmonia, magnífica fotografia, elenco impecável, roteiro fiel, tem uma trilha que se encaixa perfeitamente com as fases da história contada, tornando-se muitas vezes imperceptível quando, maestralmente, o espectador devaneia-se com as personagens ricas  ou as paisagens broadwayanas.

Além das músicas entoadas pelos tantos personagens da saga (a lista de todas as músicas estará no fim do post),o  filme/musical conta também com a inesquecível Over The Rainbow, que tornou-se uma das músicas mais prestigiadas do final da década de 30 e que foi imortalizada pela voz suave e meiga da atriz Judy Garland, intérprete de Dorothy, menina que é levada por um ciclone de Kansas até a terra mágica de Oz.

A música tem uma identidade sem igual com o filme e o princípio da sublime garota, que busca sobre o infinito arco-íris sua terra prometida (‘Somewhere over the rainbow’), um lugar sem problemas, onde ela possa realizar suas mais tentadoras façanhas e vislumbres. A música que foi escrita especialmente para o filme, por Harold Arlen, até hoje é tida como um apelo da juventude para um mundo idealizado sobre as possibilidades de amor e alegria coexistirem; e que expressa a necessidade a necessidade que têm de uma porta, para a qual, se transpassada, dá lugar a um universo onde seus problemas não existam mais.

Poucas canções tiveram tanto êxito como Over The Rainbow; a música de letra simples já foi interpretada por Beatles, Aretha Franklin, Guns ‘n Roses, Eric Clapton, Ramones, Ray Charles, dentre tantos outros, além de ser traduzida para diversas línguas.

Além do real prestígio tanto do filme quando da música que o caracteriza plenamente, O mágico de Oz deixou, deixa e deixará muita pulga atrás das orelhas curiosas, com os mistérios que envolvem letras de sua trilha, ou mesmo de outros álbuns, sofrendo acusações de subliminarismos e descrições de cunho ocultista. Fatos, que com um marketing involuntário, muitas vezes, atenta ainda mais à curiosidade dos fãs e sucesso do clássico.

Falarei um pouco mais sobre essas suposições e mostrarei alguns testes realizados que comprovam parte destas suposições e que deixam o mundo de Oz ainda mais (perturbador), de certa forma, exatamente daqui uma semana, quando o Trilha Sonora voltar com a segunda parte do post.*-*

Segue,então,a lista das canções presentes no filme e a interpretação magnífica de Over The Rainbow, com a atriz Judy Garland. Até a próxima!!!^^

Good Vibes!!!

 

 

1 – Over the Rainbow                      
Letra por E.Y. Harburg.
Música por Harold Arlen.2 – Munchkinland Medley
Música por Harold Arlen.3 – Follow the Yellow Brick Road
Letra por E.Y. Harburg.
Música por Harold Arlen.4 – You’re Off to See the Wizard
Letra por E.Y. Harburg.
Música por Harold Arlen.5 – If I Only Had a Brain
Letra por E.Y. Harburg.
Música por Harold Arlen.6 – We’re Off to See the Wizard
Letra por E.Y. Harburg.
Música por Harold Arlen.

 7 – If I Only Had a Heart
Letra por E.Y. Harburg.
Música por Harold Arlen.

8 – If I Only Had the Nerve
Letra por E.Y. Harburg.
Música por Harold Arlen.

9 – Optimistic Voices
Letra por E.Y. Harburg.
Música por Harold Arlen.

10 – The Merry Old Land of Oz
Letra por E.Y. Harburg.
Música por Harold Arlen.

11 – If I Were King of the Forest
Letra por E.Y. Harburg.
Música por Harold Arlen.

12 – The Happy Farmer
Música por Robert Schumann.

13 – In the Shade of the Old Apple Tree 
Por Egbert Van Alstyne.

14 – Night on Bald Mountain
Por Modest Mussorgsky.

15 – Home Sweet Home
Música por H.R. Bishop.

16 – Scherzo in E-Minor
Por Felix Mendelssohn-Bartholdy

 

Video