Perdidos na Net XXXII

6 maio

E aí galera! Tenho que pedir desculpas pela ausência da semana passada. Mas enfim, hoje eu estou devolta com o Perdidos na Net! E  Já estamos na nossa trigésima segunda edição. Quem diria heim, que haveria tantos artistas bons e perdidos por aí.

E nesta edição vou mostrar pra vocês uma garota de apenas doze anos e que canta MUITO. Faz um tempo que ela já ganha um certo destaque no youtube, então resolvi compartilhar esta artista com vocês.

Maddi Jane | Price tag (Jessie J)

E aí, curtiram a voz da menina? Não dá pra negar que ela canta bem mesmo. Mas na minha humilde opinião, ela só não emocionou o mundo ainda, porque não cantou aquela música do gosto popular. Mas se for para pra pensar: Se ela já tem algum respeito por cantar estas músicas, atitude e talento ela tem!

Esperam que tenham gostado e até semana que vem!

Enjoy!

Trilha Sonora: Cidade dos Anjos (1998)

1 maio

Bom dia a todos Provocados pelo Som!! Preparados pra mais uma trilha deveras boa?!^^ Então tá!

O filme de hoje é uma indicação da minha musa inspiradora (Nara Aragão) que assim como no post (Top Gun) tem uma música que significa muito pra nós! Cidade dos Anjos é a película. Com Nicolas Cage, cara que torna seus filmes únicos apenas por aparecer e Meg Ryan.

O romance é a peça chave do filme que mostra a história de um anjo (Nicolas) mandado para a Terra, com o intuito de proteger Los Angeles. Ele acaba se apaixonando pela linda mortal Maggie Rice (Meg Ryan), uma cirurgiã que passa por uma crise pessoal, por ter perdido um de seus pacientes. O amor pela mortal torna-se tão grande e incompreensível, que o anjo fica tentado a desistir da eternidade para viver alguns anos, porém os melhores, ao lado de seu amor.

O filme tem uma trilha sonora bem interessante de destrinchar, variando de Eric Clapton, Jimi Hendrix, a Alanis Morrissette e U2: If God Will Send His Angels – U2Uninvited – Alanis MorrissetteRed House – Jimi HendrixFurther On Up the Road – Eric Clapton e nosso ‘personagem principal’ Iris – Goo Goo Dolls (a canção especial), que vcs podem dar uma ouvida mais abaixo.

Iris – Goo Goo Dolls

Spoiler: Post do da semana que vem ===> 60 Segundos!!!

Good Vibes!!! *-*

Trilha Sonora: O Exterminador do Futuro 2 – O Julgamento Final (1991)

24 abr

Buenos dias muchachos!! Como estão? Preparados pra mais um Trilha Sonora? Eu estou, ainda mais pelo filme ter sido lançado no mesmo ano que o papai aqui nasceu!! *-*

Nosso filme de hoje é uma mega power produção, continuação do filme de 1984 de James Cameron (receberá mais destaque no final do post). Foi na época, uma das produções mais caras (primeira a custar mais de 100 milhões de doletas), mais ambiciosa (efeitos especiais jamais vistos) e mais bem-sucedida (arrecadou mais de 520 milhões das mesmas doletas). Sendo por muitos, uma das mais bem-feitas sequências de Hollywood: a revolução que propôs em seus efeitos especiais foi possível devido o pesado patrocínio da Pepsi, marketando em muitas cenas do filme.

SINOPSE: Após falhar na tentativa de matar Sarah, a Skynet manda um androide (T-1000) para matar John Connor (filho de Sarah, e quem no futuro comandará uma guerra contra os robôs); em contraposição, a resistência envia um modelo mais antigo e reprogramado (T-101, Arnold Schwarzenegger, que era o androide ruim no primeiro filme). A característica mais mortal do modelo T-1000 é o fato dele ser feito de metal liquido, podendo mudar de forma, além de ser bem mais dificil de destruí-lo.

Após resgatarem Sarah do manicômio em que passara algum tempo (desde que tivera o primeiro contato com os androides no primeiro filme), os 3 vão até um traficante de armas mexicano amigo de Sarah e se armam. Sarah rouba o carro e vai embora sozinha para a casa de Miles Dyson, futuro criador da Skynet. Embora tente, ela não consegue matá-lo. John e 101 chegam e revelam tudo a Dyson, e para provar que estão falando a verdade, T-101 arranca a pele de seu braço mostrando seu braço mecânico. Dyson então explica que a tecnologia que está sendo usada para criar a Skynet vem daquele tipo de braço (do robô que tentou matar Sarah no filme anterior).

Os 4 vão até o laboratorio e abrem o cofre pegando o braço e o chip, além de armarem explosivos por todo o laboratório. T-1000 aparece e vai atrás dos 3, que fogem para uma refinaria de aço. T-1000 se transforma em Sarah e vai atrás de John, mas a Sarah verdadeira aparece e o fuzila, fazendo com que ele vá cada vez mais para trás para um poço de metal derretido, e quando falta apenas um tiro para derrubá-lo, a munição acaba, contudo, nesse exato momento, T-101 dispara o último tiro que tinha, fazendo T-1000 cair no poço, derretendo. John joga o braço no poço e T-101 desce para dentro do poço também, a fim de destruir qualquer tipo de tecnologia que possa ser utilizada para a criação da Skynet. Aparentemente o futuro estava salvo.

James Cameron:

-Primeiro cineasta a produzir e dirigir um filme com investimento superior a 100 milhões de dólares

-Produziu Titanic (orçamento de 200 milhões e 11 Oscars); Alien: O Resgate (2 Oscars), Avatar ( a maior bilheteria de todos os tempos, faturou mais de 2 bi de dólares); Rambo

-O cara é bom ^^

A trilha do filme fica por conta dos “sujos” do Guns ‘N Roses, com “You Could Be Mine” que torna o filme ainda mais Heavy e eterno. Mesmo com todas esses estereótipos de filminho comercial, O Exterminador do Futuro 2 conseguiu arrancar da academia 4 estatuetas do Oscar. Não é pra qualquer um né!!! ^^

Fiquem com a versão de Guns ‘N Roses, com “You Could Be Mine”

Good Vibes!!!*-*

Mistura na dose certa. Dub Mafia!

22 abr

E aí, tudo certo nesse feriadão? Hoje eu vim compartilhar um banda que achei faz pouco tempo. Só não postei antes porque o site oficial estava com problemas, aí achei melhor esperar um pouco. Enfim.

A banda que eu estou falando é a Dub Mafia. Criada em 2009, a banda já faz vários shows pelo Reino Unido e por toda a Europa.

Fica muito difícil de dizer qual o estilo do som deles, o que por um lado é bom, afinal música é música. Mas também não da pra deixar de notar uma pegada bem de leve ao Reggae/Dub, junto com alguns elementos eletrônicos. A voz de Eva (A vocalista com o cabelo muito louco) consegue envolver qualquer ouvido, gostando ou não do jeito que canta. É aquela voz que tipicamente nos encanta, atingindo tons que são difíceis de se ouvir por aí. Fora isso, temos um baterista, percussionista, um DJ, um pra cuidar dos sons e distorções, guitarristas, baixistas… Enfim, é uma galera grande, cada um com seu devido trabalho dentro da banda, nos dando esse presente aos nossos ouvidos.

Aqui vai o vídeo da primeira música que ouvi deles:

Dub Mafia – Under the Radar

Duvido você ouvir e não balançar a cabeça pelo menos uma vez. Vou confessar que no começo do vídeo eu não daria nem uma pipoca para o DJ, um garoto normal que deve fazer as mesmas coisas que outros DJs fazem,  mas tive que dar com a língua entre os dentes, porque o rapaz manda MUITO bem… Me impressinei um pouco depois da metade do vídeo. Fora que não é só ele. Da pra sentir o feeling de todos tocando, todos gostam do que estão fazendo, e estão fazendo isso com a alma!

Enfim, vou parar por aqui e deixar vocês tirarem suas próprias conclusões.

Pra quem gostou, aqui ta o site oficial deles!

Esperam que tenham gostado!

Enjoy!

Perdidos na net XXXI

22 abr

E aí pessoal, preparados para mais um Perdidos na Net? O de hoje, aposto que vai impressionar muita gente!

E quando pensamos que já vimos de tudo em questão de música, vem alguém pra complementar esse universo em constante crescimento. (Ficou muito poética essa parte, né?)

Enfim, no post de hoje, é um vídeo do Vinheteiro. Pra quem não conhece, o figura é um pianista que está ganhando espaço na Internet tocando músicas um tanto quanto diferentes.

Vocês vão entender melhor depois desse vídeo aqui:

Vinheteiro – Rap das Armas

Tirando a parte “Zueira” da música. Tecnicamente, ele toca muitíssimo bem!

Pra quem gostou do Vinheteiro ta aqui o Site dele e aqui o canal do Youtube!

Vi lá no Brother Dorgato.

E espero que tenham gostado. Até a próxima!

Enjoy!