Arquivo | Bandas RSS feed for this section

Dica Relâmpago: Steel Hearts

14 maio

Hoje, desbravando o Youtube me deparei com uma banda que ouvi por toda tarde. Steel Hearts, banda de Hard Rock, teve seu auge nos anos 1990.

Não possui muita diferença entres as bandas de cabeludos marombados e bonitões da década, porém um som deles me fez ficar de boca aberta. She’s Gone tem uma introdução impecável com piano, terminando a intro com um Riff de guitarra bem desenvolvido.

Após isso, quando a música começa a ser cantada, já é perceptível que a canção é daquelas de ficar na cabeça: o vocalista possui agudos maravilhosos que é realmente o que faz a gente ficar de boca aberta.

Espero que gostem!!!

She’s Gone – Steel Hearts



Good Vibes*-*

Anúncios

Trilha Sonora: 60 Segundos (2000)

8 maio

Como já dito no post anterior, o Trilha dessa semana será sobre um filme dos bons, daqueles que não se consegue assistir apenas uma vez só. Ainda mais com Nicolas Cage no elenco principal, a coisa muda totalmente de figura, e você já sabe que a atuação será impecável e o filme, recordável.

SINOPSE: Randall “Memphis” Raines (Cage) é um lendário ladrão de carros. Nenhum subterfúgio de segurança: alarmes, trancas, cães, e etc. pode pará-lo; conseguindo realizar o furto de qualquer carro em apenas 60 segundos. Por muito tempo, Randall deixou a polícia pra trás, com seus truques e frieza incomparáveis (sua calma é incrível, em qualquer situação). Contudo, conforme passavam os anos decidiu que devia se aposentar, e cuidar da diversão de crianças em corridas de Kart, sem a menor preocupação de ser pego em sua vida de crimes. Porém, quando seu irmão mais novo (Giovanni Ribisi) tenta seguir seus passos, Randall deve voltar para sua antiga ocupação de crimes, para conseguir roubar 50 carros em poucos dias e quitar a dívida feita por seu irmão, e por consequência, salvar sua vida.

Fora essa história que já deixa o espectador com grande vontade de assistir, o longa conta com cenas de cair o queixo, fugas de carros, com direito a saltos ornamentais e a presença mais que especial da Angelina Jolie, que é quem faz com que Rendall confronte sua vontade de sossego e sua vida de perigos.

A trilha do filme conta com os caras do The Cult, banda da era boa do Rock, que trouxe para a película seu Painted On My Heart, que emplacou junto com o filme, ficando nas paradas por muito tempo. Espero que curtam, segue abaixo a canção. Clássica!!!

Painted On My Heart – The Cult

Good Vibes!!!*-*

Trilha Sonora: Cidade dos Anjos (1998)

1 maio

Bom dia a todos Provocados pelo Som!! Preparados pra mais uma trilha deveras boa?!^^ Então tá!

O filme de hoje é uma indicação da minha musa inspiradora (Nara Aragão) que assim como no post (Top Gun) tem uma música que significa muito pra nós! Cidade dos Anjos é a película. Com Nicolas Cage, cara que torna seus filmes únicos apenas por aparecer e Meg Ryan.

O romance é a peça chave do filme que mostra a história de um anjo (Nicolas) mandado para a Terra, com o intuito de proteger Los Angeles. Ele acaba se apaixonando pela linda mortal Maggie Rice (Meg Ryan), uma cirurgiã que passa por uma crise pessoal, por ter perdido um de seus pacientes. O amor pela mortal torna-se tão grande e incompreensível, que o anjo fica tentado a desistir da eternidade para viver alguns anos, porém os melhores, ao lado de seu amor.

O filme tem uma trilha sonora bem interessante de destrinchar, variando de Eric Clapton, Jimi Hendrix, a Alanis Morrissette e U2: If God Will Send His Angels – U2Uninvited – Alanis MorrissetteRed House – Jimi HendrixFurther On Up the Road – Eric Clapton e nosso ‘personagem principal’ Iris – Goo Goo Dolls (a canção especial), que vcs podem dar uma ouvida mais abaixo.

Iris – Goo Goo Dolls

Spoiler: Post do da semana que vem ===> 60 Segundos!!!

Good Vibes!!! *-*

Mistura na dose certa. Dub Mafia!

22 abr

E aí, tudo certo nesse feriadão? Hoje eu vim compartilhar um banda que achei faz pouco tempo. Só não postei antes porque o site oficial estava com problemas, aí achei melhor esperar um pouco. Enfim.

A banda que eu estou falando é a Dub Mafia. Criada em 2009, a banda já faz vários shows pelo Reino Unido e por toda a Europa.

Fica muito difícil de dizer qual o estilo do som deles, o que por um lado é bom, afinal música é música. Mas também não da pra deixar de notar uma pegada bem de leve ao Reggae/Dub, junto com alguns elementos eletrônicos. A voz de Eva (A vocalista com o cabelo muito louco) consegue envolver qualquer ouvido, gostando ou não do jeito que canta. É aquela voz que tipicamente nos encanta, atingindo tons que são difíceis de se ouvir por aí. Fora isso, temos um baterista, percussionista, um DJ, um pra cuidar dos sons e distorções, guitarristas, baixistas… Enfim, é uma galera grande, cada um com seu devido trabalho dentro da banda, nos dando esse presente aos nossos ouvidos.

Aqui vai o vídeo da primeira música que ouvi deles:

Dub Mafia – Under the Radar

Duvido você ouvir e não balançar a cabeça pelo menos uma vez. Vou confessar que no começo do vídeo eu não daria nem uma pipoca para o DJ, um garoto normal que deve fazer as mesmas coisas que outros DJs fazem,  mas tive que dar com a língua entre os dentes, porque o rapaz manda MUITO bem… Me impressinei um pouco depois da metade do vídeo. Fora que não é só ele. Da pra sentir o feeling de todos tocando, todos gostam do que estão fazendo, e estão fazendo isso com a alma!

Enfim, vou parar por aqui e deixar vocês tirarem suas próprias conclusões.

Pra quem gostou, aqui ta o site oficial deles!

Esperam que tenham gostado!

Enjoy!

Trilha Sonora: Young Guns II – Jovens Demais Para Morrer (1990)

17 abr

Olá pessoas! Como estão?!! O post do Trilha vai fazer uma homenagem aos clássicos de “bang bang”, com o Young Guns II, um filme não muito antigo, porém que não deve em nada aos grandes da década de 60/70. Gosto muito dele por possuir personagens fantásticos e atores muito bons, que consagram a boa idéia do longa.

SINOPSE: O renomado e perigoso Billy “The Kid” (Emilio Estevez) e seu bando de criminosos continuam rondando o Velho Oeste com as autoridades em seu encalço. Quando “Doc” Scurlock (Kiefer Sutherland) e Chavez (Lou Diamond Phillips) são presos, Billy precisa arrumar um jeito de salvá-los. Na fuga, o bando acaba se refugiando no sul do México. Irritado com mais uma malandragem de “Kid”, John S. Chisum (James Coburn) decide contratar Pat Barrett (William L. Petersen), um antigo companheiro de Billy, para acabar com sua raça.

Com o Kiefer e o Emílio Esteves o filme já toma feições atrativas, são atores que prendem as pessoas por suas atuações

muito características. Além disso, claro, a trilha do filme é “gigante”, todas as canções foram feitas especialmente para ele, por nada mais, nada menos que Jon Bon Jovi. Ele contou com ajuda de alguns companheiros, como o baterista Kenny Aronoff e o guitarrista Jeff Beck (cara que tomou lugar de Eric Clapton depois de sua saída do The Yardbirds).

Nesse caso, a música que provocou essa minha postagem é a “Blaze of Glory” do Bon Jovi, que foi indicada a Melhor Canção, pelo Oscar e ganhou o Globo de Ouro, na mesma categoria. Ela traz de volta aquele ar de forasteiro, pistoleiros, Saloons … toda a vibe dos filmes de tiroteio; ela é incrível e merece sua atenção. Espero que curtam

Cliquem na imagem e curtam o vídeo de Blaze of Glory!!  😛

Good Vibes!! *-*