Switchfoot, além do preconceito

28 jul

Por Laís Aloise (@lala_aloise)

Conhecidos por ter sua música “Only Hope” tocada no filme “A walk to remember”, e outras participações em trilhas sonoras, começaram em San Diego nos anos 90.

Os irmãos Foreman e Butler, impulsionados pelo surf e rock, jamais imaginavam um dia serem indicados ao Grammy. “Crescemos em San Diego, meus heróis então eram as bandas que tinham vendido 30 mil discos talvez”, diz Jon Foreman, o vocalista do Switcfoot. “Eu nunca tinha visto U2, por isso essas foram às bandas que me deram a perspectiva de como um show de rock era grande.”

Em 1997 a banda lançou seu primeiro álbum, The Legend of Chin, seguido em 1999 pela New Way to Be Human, um álbum que marcou a estréia da banda no “Billboard Heatseekers “(em # 31). Desde o início, a banda colocou o pé na estrada, construindo uma base de fãs cada vez maior a cada turnê.

Foreman, que é sempre simpático com a imprensa, procura ser cauteloso em suas entrevistas. A banda, que já foi muito criticada por ter princípios cristãos, não acredita em vender sua fé. “Minha opinião sobre o fato de sermos ou não uma banda cristã é de que esta não é uma coisa que nós decidimos, já que as pessoas nos chamarão do que elas quiserem nos chamar. Eu só acho que não assino embaixo desse rótulo.” esclarece o vocalista.

Com 7 cds lançados, os músicos californianos se preocupam em servir ao público. “Se você se apresenta ao mundo vestindo um avental de servo, você poderá ir a lugares que não iria usando a coroa de um rei”.

Com um som característico dentro da cena indie, misturando o surf e um rock mais leve, cantam o que realmente importa para eles. Sentimentos cotidianos, política, amor e confiança em Deus.

A boa notícia para os fãs é a vinda, pela primeira vez, do Switchfoot ao Brasil. Fazendo três apresentações em Setembro: dia 16 em São Paulo, 17 Ribeirão Preto e 18 Goiania. Os ingressos já estão à venda pelo site da ticketbrasil e os preço variam de R$ 200,00 a R$ 60,00.

Dando meus pitacos pessoais, se você ao ler a palavra cristã no meio do texto já torceu o nariz, não faça um pré-julgamento. Vou deixar o link de uma das minhas músicas favoritas deles e tenho certeza de que você vai se surpreender.

Switchfoot – Enough to let me go

Se você também quiser conhecer um pouco mais do Switchfoot, recomendo o blog de um amigo, que publicou uma entrevista completa e bem legal com a banda.

2 Respostas to “Switchfoot, além do preconceito”

  1. Natalie 29/07/2010 às 8:58 PM #

    Jura que o Switchfoot tá vindo para o Brasil?

    Ah que demais😀

  2. Fernando 02/09/2010 às 10:29 PM #

    To dentro! Ingresso na mão ja!🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: